Informações Úteis

A floresta é dinâmica e muda ao longo dos meses, oferecendo atrativos em cada época do ano. Na primavera é quando as aves estão em plena fase de reprodução e cantando bastante, ocupadas em formar casais ou contruir o ninho. No verão é a melhor época para curtir os rios e cachoeiras do Parque. Outono e inverno é quando faz mais frio e, por essa razão, os bichos ficam mais ativos nas horas quentes do dia, e devido a escassez de alimento na floresta, é quando nosso comedouro é mais bem frequentado!

Como estamos no alto da Serra de Paranapiacaba e no meio da floresta, a umidade é sempre muito alta. Nevoeiros são super comuns e podem aparecer a qualquer horário do dia. Chuvas fortes são mais comuns no verão, mas mesmo na estação mais seca (inverno) garoas podem acontecer a qualquer momento. Mas isso não é necessariamente ruim. Os bichos da floresta estão acostumados a tempo nublado ou mesmo garoando e ficam muito mais ativos do que em um dia ensolarado.

No inverno a temperatura pode cair bastante, principalmente a noite, chegando em casos extremos a 6º ou até menos. Já no verão pode ficar bem quente no meio-dia, embora as noites e manhãs sejam sempre agradáveis.

A comida no Parque do Zizo é preparada em nosso fogão a lenha, sempre muito caseira e servida quentinha. Caso tenha alguma restrição alimentar favor nos informar antes para que possamos adaptar o cardápio, vegetarianos são bem vindos. Todas as bebidas já estão inclusas no valor da diária e incluem sucos e café. Toda a água consumida é água mineral engarrafada.

Todas as trilhas do parque do zizo são guiadas e podem ser contratadas à parte. Entre em contato com a Muriqui Ecoturismo nos telefones (15) 99621-7947 ou (15) 99770-5231 para maiores informações.

A energia no Parque do Zizo é gerada de forma sustentável, através de placas solares. As áreas comuns e os quartos possuem iluminação e é possivel carregar cameras, celulares, notebooks, etc. Mesmo assim é interessante trazer uma lanterninha de bolso.

O nosso chuveiro é, modéstia a parte, fantástico. Cada quarto possui banheiro e chuveiro com água bem quente e muito farta.

Para fazer as trilhas recomendamos o uso de calçado apropriado, que proteja o tornozelo, e de preferência à prova-d’água. Calças confortáveis e camisas em tons escuros ou camufladas são melhores. No inverno é importante trazer roupas de frio intenso e em qualquer época do ano uma capa de chuva.

Até hoje existe um certo mito de que é muito difícil chegar aqui, que precisa de 4×4 e etc. Não é nada disso. De São Miguel Arcanjo até o parque são 25 km em uma estrada rural, sendo 10 km em asfalto e o restante em terra. Nos últimos 6km, estrada pedregulhada, velocidade máxima de 20km/h, sinuosa com súbidas e descidas íngrimes até o estacionamento. Apenas os últimos 700mts antes de chegar no parque é que realmente precisa de 4×4, pois é muito íngreme e também é uma forma de mantermos o local mais tranquilo e protegido possível. Os carros que não são 4×4 ficam, portanto, num local próprio e seguro. O restante do trajeto é feito num 4×4 da pousada.Entre em contato caso deseje transporte a partir de São Paulo ou outras cidades da região.

Nos meses mais frios quase não há pernilongos. Nos meses quentes é bom sempre usar repelente e camisas de manga longa quando entrar na floresta. Caso seja alérgico a picadas, é recomendado que traga um antialérgico.